terça-feira, 19 de outubro de 2010

Com o tempo você aprende

   Hoje eu me peguei reclamando do tempo. Mas imediatamente me arrependi. Que bobagem é essa de falar mal de quem tanto te fez bem? Não, isso não é nada gentil. Espero que ele não tenha escutado, afinal, não é bom magoar um velho amigo.
   Nós saímos por ai falando bobagens do nosso companheiro só por não ter nada pra falar. Só por estar em uma sala de espera alguém que não gostamos, já culpamos o tempo por estar passando devagar. Mas não paramos para pensar que ele só esteja querendo ver ali uma reconciliação, um pedido de desculpas e um sorriso de perdão. O tempo não guarda rancor e está tentando nos ensinar o mesmo.
   Ele de fato é o melhor de todos os professores, pois ele não dá as respostas prontas, mas tem a paciência de esperar que nos encontremos todas elas. Uma de cada vez. Algumas vezes as coisas não saem muito bem e nós aprendemos da pior forma como o nosso cabelo não fica bonito assim tão curto, que não é bom entregar nosso coração para a primeira pessoa bonita que te sorrir, que não se deve tentar  segurar uma bola de beisebol sem a luva e nem estudar para provas importantes só na véspera.
   Mas não adianta tentar falar que é melhor cortar um pouco mais longo, estudar um pouquinho todos os dias, ir devagar com o coração e que a bola de beisebol pode ser pequena, mas é bastante pesada e dói pra caramba (Mas nessa ultima eu tenho que ser mais explícita: DOI MESMO, ACREDITE! ). Isso só o tempo irá nos mostrar.
   Alguns protestarão contra a didática do nosso amigo, dirão que ele deixa corações partidos, notas baixas e muitos hematomas. E eu lhes direi que na verdade essas são só consequências de nossos atos. E lembrarei que é ele quem vai fazer o nosso cabelo crescer, ele que vai dar a oportunidade para que recuperemos as notas e com que nós nos recomponhamos ( tanto da bolada como do coração partido).
   Você pode não aprender com conselhos, livros ou professores, mas com o tempo você aprenderá. Sorrindo ou chorando... tanto faz.

8 comentários:

  1. Coincidentemente o assunto 'Tempo' estava em pauta ontem. Fui ao primeiro aniversário do filho do meu vizinho (somos vizinhos à 21 anos). Caramba, "um dia desses" estavamos correndo pelo condôminio, batendo uma pelada, correndo de bike. E ontem, o filho dele já estava completando 1 ano de vida. Eu só digo uma coisa, o tempo voa e bem rápido.

    ResponderExcluir
  2. Então faça tudo pra aproveitar ao máximo tudo de bom, pq essa é mais uma lição do tempo: os problemas passam, mas as coisas boas também!

    ResponderExcluir
  3. eu não sei o que de fato é o tempo(...)

    ResponderExcluir
  4. TEMPO, ele pode ser marcado nos relógios, nas marcas da sua face, pode de ser medido na areia, na posição do sol e de mil maneiras adversas... mas depende de nós saber se ele vai influir de maneira positiva ou desastrosa na vida.
    O tempo pode ser o remédio de uma mágoa, a cura de um amor, o caminho para a dor, companheiro da distância e muitos outros fatores, mas o certo que o tempo está passando, e ele não volta para que você evite de fazer algo ou que faça algo, ele vai passando te dando a oportunidade de fazer melhor e diferente!
    BRAVO PELO TEXTO

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. aaai o tempo.. eu como uma futura farmacêutica posso dizer que ele sim é o melhor remédio kk..só ele cura as pires cicatrizes e ao mesmo tempo é capaz de guardar as melhores lembranças *-* e só pra variar amei o texto sua chata :)

    ResponderExcluir
  7. O que você fala nesse texto é uma das maiores verdades que já li.
    Eu já aprendi muito com o tempo..., algumas aulas foram muito doloridas, e outras foram bem divertidas, mas, certamente, terei muitas outras aulas com esse professor porque no dia em que não tiver mais nada a aprender, será o dia em que deixarei de ser humano.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo texto e obrigado por me fazer refletir sobre o tempo.

    ResponderExcluir